Inteligência competitiva: uma perspectiva pessoal

Por Alberto Vieira da Silva

Inteligência Competitiva é um tema em franca expansão no vasto campo da Administração e, particularmente, na temática da Gestão Estratégica, dada a relevância de sua abordagem, metodologia e resultados no processo de tomada de decisão das empresas e outras organizações.

A Inteligência Competitiva especializa-se em mapear, observar, analisar, estruturar, e coletar informação de natureza estratégica no ambiente externo das organizações. Por que essa informação é estratégica? Justamente, porque serve para a tomada de decisão sobre os rumos que a organização pode ou deve tomar. E por que é inteligência, ou seja, informação inteligente? Porque ela é processada em alinhamento com as escolhas e o posicionamento estratégico da organização.

A competitividade das empresas se constrói num equilíbrio delicado entre a realidade interna – o lado da oferta – e a realidade externa, que corresponde à demanda. Segundo Michael Porter, a cadeia de valor da empresa deve refletir o equilíbrio dessas duas vertentes para que haja vantagem competitiva num dado mercado.

Em última análise, a Inteligência Competitiva serve para que os decisores tenham uma noção precisa do mundo real, comparando-o com a realidade interna e poderem, desse modo, posicionar-se e, se necessário, reposicionar-se estrategicamente.

Em muitos casos observados e descritos por autores, consultores e analistas estratégicos, os decisores de topo e demais gestores nem sempre têm uma noção realista do universo em que sua organização se movimenta. Eles conhecem bem a realidade interna – e mesmo assim, nem sempre -, mas valorizam exageradamente a realidade interna relativamente à realidade do setor, do mercado, da concorrência. Algo como observar o entorno com óculos de cor azul: quando olha para fora da empresa, as cores são filtradas pela cor azul, dando uma percepção irreal do verdadeiro cenário. Assim, muitas decisões são tomadas com a percepção de apenas uma parte da realidade, como se o ambiente interno fosse a variável mais importante, quando não é.

Assim, na condução das empresas e de outras organizações, vive-se frequentemente o mundo ideal e não tanto o mundo real. Ou observa-se o mundo real pela cor mais confortável do olhar institucional, sem fazer as perguntas certas. O que seriam então, nessa perspectiva, o mundo ideal e o mundo real?

– O mundo ideal é algo como: – O que eu quero ser? O que eu quero que aconteça? O que eu acho que sou? O que eu penso sobre o meu negócio? Quais são os pontos fortes da minha atividade? O que eu posso fazer?

– O mundo real é mais ou menos assim: – O que os outros pensam sobre a minha organização? O que acontece no ambiente externo que me toca diretamente? Como fazer para chegar onde pretendo? O que estão fazendo os meus concorrentes? Quais são as restrições externas ou as oportunidades abertas nesse momento para expandir minha atividade?

Sem dúvida, para levar a organização a produzir os resultados esperados, há que ter um equilíbrio dinâmico entre essas duas perspectivas: o mundo ideal e o mundo real. Entre a realidade interna e a percepção de si mesmo, e a realidade externa e suas ameaças, restrições ou oportunidades. E saber distinguir bem um do outro. O que não significa deixa de sonhar, mas sonhar com o pé no chão, conhecendo seu verdadeiro potencial e recursos, e monitorando a trajetória a todo o momento.

_____________________

Adaptado do post “Para que serve a Inteligência Competitiva?”, publicado em 24-06-2012  em https://www.facebook.com/next.mba.knowledge .

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s